nav-left cat-right
cat-right

Aprendendo sobre reciclagem

Na terça feira participei de um evento super bacana para os blogueiros do “Viva Positivamente” da Coca Cola Brasil. Todo ano a empresa promove a Semana do Otimismo que Transforma, que em 2011 será entre 22 e 28 de maio (semana que vem). Nesta ocasião, parte da renda de todos os produtos consumidos da empresa é revertida para os programas do Instituto Coca Cola, criado para apoiar e incentivar diversos programas de promoção da educação e de proteção ao meio ambiente. O encontro foi uma das atividades preparatórias para a semana.

Neste ano o tema da semana é “reciclagem“, o que não poderia ser mais apropriado, né? Fomos convidados a conhecer a ONG Doe Seu Lixo, que mostrou como tem sido seu trabalho de capacitação de cooperativas de catadores de lixo de todo o país para que se tornem empresas regulamentadas e organizadas. Estas cooperativas são micro empresas importantíssimas na cadeia de reciclagem, de forma que devem ser estimuladas a crescer fazendo o trabalho de separação, classificação e entrega do que pode ser renovado, para as empresas que compram materiais plenamente capazes de passarem pelo ciclo da reciclagem e se tornarem novamente úteis.

A galera da visita colocou a mão na massa para separar o lixo. Clique para ver maior.

Tem algumas coisas que eu aprendi e que preciso explicar previamente, para que vocês entendam melhor sobre o que estamos falando. São ideias diferentes das que estamos acostumados, e vejo que temos que reaprender estes conceitos para acompanhar o mundo novo que certamente virá. Vejam só:

  • Lixo – é tudo que não pode ser aproveitado de nenhuma forma mais. Calcula-se que cerca de metade do que jogamos fora como lixo seja lixo mesmo. Ou seja, a outra metade é material a ser reciclado. É esta parte que interessa.
  • Catadores de lixo – pessoas que buscam materiais que podem ser reciclados. Na verdade – e com toda justiça – devem ser tratados como catadores de material reciclável, pois eles fazem um serviço fundamental na cadeia da reciclagem.
  • Lixo orgânico – restos de alimentos, cascas, líquidos, ossos, e um largo etc. Saiba que já existem empresas que reciclam este lixo.
  • Lixo inorgânico – papel, vidro, metal e plástico, principalmente. Este é o chamado “lixo limpo” e também sua parte nobre. Já existem muitos processos de reciclagem destes materiais em uso por diversas empresas.
  • Coleta seletiva – quando a população (pessoas físicas e jurídicas) separam seu lixo orgânico do inorgânico basicamente, para coleta por parte de um terceiro.
  • “Lixão” ou aterro sanitário – lugares onde as concessionárias de lixo oficiais derramam os dejetos das cidades sem qualquer tratamento e/ou separação. É o lugar também onde a maioria dos catadores de lixo faz seu trabalho.

No vídeo abaixo a gente aprende um pouco mais também sobre catadores, cooperativas e de como a reciclagem dos resíduos da população é importante para algumas pessoas:

Aos poucos, a gente vai formando a noção de que o que se considera como “lixo”, pode e já está sendo tratado como material de valor por parte de muitas empresas. Durante o evento tivemos oportunidade de trocar uma ideia com catadores de lixo – na verdade, catadorAS, pois todas eram mulheres  – que nos mostraram como fazem seu trabalho, suas dificuldades e suas necessidades. Foi impressionante saber que estas mulheres trabalham com quase nada e transformam pouco em algo ultra importante para toda a sociedade. Elas nos falaram da importância da tão falada coleta seletiva para o reaproveitamento de nossos rejeitos. Algo simples, como separar o lixo orgânico do lixo inorgânico já seria um grande avanço. O que ocorre é que os materiais tratados pelos catadores é vendido separado por tipo às empresas que os renovam. Há empresas que reciclam papel, outras vidro, outras plástico. Só no item papel, há pelo menos cinco tipos que são separados: branco,colorido, revista, jornal entre outros. Se misturarmos um líquido (orgânico) com um papel, já “mudamos sua categoria”, às vezes de “papel” para “inservível”, o que é uma perda de valor por um pequeno descuido. Conhecimento pequeno que melhora muito a vida de pessoas que trabalham com algo bem difícil.

Há muito o que falar sobre um só dia de atividades. Este é apenas um post introdutório ao assunto que, aos poucos, vou esmiuçando para vocês. Claro que existem mil outros lugares na rede para saber mais sobre estes assuntos, mas sempre é bom mais um participando do esforço de formar uma nova cultura. Semana que vem falo mais a respeito, ok? 

Related Posts with Thumbnails

13 Respostas para “Aprendendo sobre reciclagem”

  1. Rosana disse:

    Oi, Malice!
    Muito legal, viu ? E olha só: Agora sou síndica (rs!não tinha mais o que inventar) e já fazemos coleta seletiva aqui só que mandamos para a Comlurb.Mas penso em uma forma de passar para catadores de material reciclável pq acho que assim ajudo mais alguém além do planeta. Vc descobre se tem jeito e como é ?
    beijocas
    (seu blog tá cada vez melhor…)
    RO

  2. Maria Alice disse:

    Oi Rosana! Puxa, obrigada pela visita e pelo comentário. Nossa, imagino a responsa e a correria de ser síndica… 🙂
    Pode deixar que vou publicar mais a respeito deste assunto e vou responder sua pergunta, viu?
    Bjs!

  3. nossa mto legal, adoro essas iniciativas sobre conscientização do pessoal

  4. Oi Maria Alice,
    foi muito bom estar nesse evento. Aprendi muito, me supreendi com essas mulheres, me emocionei. Um momento extremamente gratificante.
    Ver que com tão pouco podemos fazer a diferença para muitos.
    Foi ótimo te conhecer de perto.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

  5. Maria Alice disse:

    Oi Chris, prazer em te ver por aqui!
    Realmente, a gente aprende muito nestes eventos. E foi um prazer te conhecer de perto também! 🙂
    Bjs!

  6. Maria Alice disse:

    Olá, obrigada pela visita e pelo comentário. De fato, precisamos nos conscientizar cada vez mais a cerca de preservação ambiental. Dicas simples que fazem uma enorme diferença.
    Abs!

  7. […] Aline Kelly – Sustentável 2.0; Tulio Malaspina – AtitudeEco; Tiffany – Blog da Ti; Claudia Giane – Bolsa de Novidades; Angela Ernesto – A vida como a vida quer; Maria Alice – Casa com Design. […]

  8. Vilma Goulart disse:

    O Sebastião, que aparece no vídeo, é um dos caras que trabalhou com o Vik Muniz.

  9. Maria Alice disse:

    Eu sei Vilmoca. O Instituto Coca Cola fez parte dos apoiadores do filme.
    Bjs!

  10. Olha manolos BLOG FERA BIXO!
    OXII ><" U.U

  11. Oi, sou Dalila, mas conhecida como DALINELA U.U sou daqui de Macapá e o site é muito bom! falem de macapá!
    p.s TENHO 13 ANOS!
    O Sebastião, que aparece no vídeo, é um dos caras que trabalhou com o Vik Muniz. (VILMA)

  12. Maria Alice disse:

    Olá Dalila, obrigada pela visita.
    Abs!

  13. Fernando disse:

    Muito legal a iniciativa e as explicações. Ainda desperdiçamos muito nas empresas e em casa e não temos consciência de que a separação do lixo orgânico do não orgânico é de fundamental importância.
    Valeu Mana.

  14. Maria Alice disse:

    Oi mano obrigada pelo comentário. Principalmente papel, nas empresas. Estes têm tudo para serem recolhidos com rapidez e ir para as cooperativas. Tem gente lá precisando disso.
    Bjs!

Deixe um Comentário