nav-left cat-right
cat-right

Fernando Jaeger: a estrela sobe

O sofá "Prosa" da linha da loja "Atelier": simples e bem bonito. Olha o encosto! Clique para ver maior.

O sofá “Prosa” da linha da loja “Atelier”: simples e bem bonito. Olha o encosto! Clique para ver maior.

Criador há 30 anos de algumas das melhores peças de design brasileiro, Fernando Jaeger é um “designer que deu certo”. E os motivos que o levaram a isso foram os que sempre citamos quando aconselhamos alguém que esteja em busca do sucesso: trabalhar muito e com vigor, ter coragem, ousadia, esperança e sorte. Mas, por que outros designers brasileiros de talento, pelos menos comparável ao dele, não têm o que ele tem? Bem, neste meu exercício de “adivinha”, imagino primeiro que, nem todo mundo quer produzir os próprios móveis. Mas, em seguida, vem logo um misto de “falta de espaço” a falta de grana mesmo.

 

A linda cadeira "Trama", em palhinha e madeira de reflorestamento, pode vir também em ebanizada e com assento em diversos tecidos e couro.

A linda cadeira “Trama”, em palhinha e madeira de reflorestamento, pode vir também em ebanizada e com assento em diversos tecidos e couro.

 

E por isso eu admiro Jaeger: ele começou como todo mundo, mas soube criar sua marca com dois ingredientes que sinto faltarem em muitos, muitos criadores e até mesmo em muitas grandes empresas produtoras de mobiliário, quais sejam:

1 – a FIDELIDADE ao seu trabalho, e
2 – não desejar enriquecer rápido,
em bom e claro português, me perdoem…

Sobre o primeiro ponto, minha observação é a seguinte: percebo que o design que o próprio Jaeger fazia ainda para a Tok & Stok não mudou: linhas claras, tons bonitos de madeira – com variedades – um tanto de cor e um bocado de bom gosto. Muita gente “se trai” neste caminho, começando a fazer peças simpleszinhas e sem atrativos, e depois começam a produzir peças super elaboradas – que acabam ficando cara para venda. Ou então, trabalham com um material e depois, no meio do próprio caminho, mudam ferozmente – às vezes de material e de traço!

 

A mesa redonda com tampo ripado é da nova linha "Nômade" - trabalho em metal e madeira de Seringueira - e tem banco e mesa retangular para complementar.

A mesa redonda com tampo ripado é da nova linha “Nômade” – trabalho em metal e madeira de Seringueira – e tem banco e mesa retangular para complementar.

 

Sobre o segundo aspecto, que creio ser o mais importante – infelizmente, mas nosso país ainda é pobre – Jaeger abriu sua loja com produtos e preços voltados para a classe média – a que atendi durante o tempo em que trabalhei como designer de interiores. Era fácil ir à loja dele e encontrar TUDO: da cadeira à cama, do tapete à luminária, passando por tapetes e almofadas, com bom desenho, bom prazo de entrega e com valor dentro do possível. E isso não mudou. Não é porque sua marca foi crescendo em importância que ele aumentou os preços e virou “grife”: mantêm-se com o mesmo público alvo e com os mesmos produtos. Mas agora, com pronta entrega – o “choro” de muitos clientes – e novidades todo dia!

Sim, o motivo deste post foram os inúmeros lançamentos e novidades que recebo via mala direta de sua marca: tem cadeira nova, mesa nova, rack, sofá… Difícil destacar uma ou outra coisa mais legal, mas tive que fazê-lo aqui. E minha admiração só cresceu: de um número x de peças para muitas mais – quase 200 diz seu site – em relativamente pouco tempo, mantendo o traço, o bom gosto e a qualidade de sempre. Quem consegue fazer bem isso por aqui? Muito poucos, acreditem. Jaeger se destaca justamente pela ausência de competidores. Nem as grandes lojas de varejo competem com ele – pois nem sempre o design e a qualidade estão realmente presentes em tudo que oferecem – nem as grifes de decoração, cujos valores de um banco, uma mesinha lateral, uma cadeira fica, sempre, lá “no impossível”…

 

O ótimo sofá "Matias" e a cadeira "Guache" - em cores e com quatro tipos de encostos diferentes - fazem parte da linha "Pronto para levar": a pronta entrega de Fernando Jaeger.

O ótimo sofá “Matias” e a cadeira “Guache” – em cores e com quatro tipos de encostos diferentes – fazem parte da linha “Pronto para levar”: a pronta entrega de Fernando Jaeger.

Enfim, sou fã e cliente há muito tempo. E torço para que Jaeger tenha mais e mais sucesso, mostrando que, com talento e bom senso, é possível sim, fazer bom design no Brasil a preços compatíveis com uma grande parcela da população.

Nota: como tudo que Jaeger faz, faz bem, seu site foi organizado no segmento “Atelier“, com peças um pouquinho mais elaboradas, e o segmento “Pronto para levar“, com produtos de pronta entrega. E já são três lojas de pronta entrega: duas em Sampa e uma no Rio!

Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário