nav-left cat-right
cat-right

Cores de 2015

 

Toda a beleza de "Sombra de Cedro", a cor de 2015 segundo a Coral Tintas.

Toda a beleza de “Sombra de Cedro”, a cor de 2015 segundo a Coral Tintas.

Vocês já sabem: pra mim, não tem essa de “cor do ano”, pois nosso universo de possibilidades de decoração é muito rico, as pessoas têm preferências muito variadas e nosso mundo atual muda numa velocidade estonteante. Se eu fosse indicar qual FOI “a cor do ano” de 2014, eu diria, amarelo, pois esta cor em tom solar está “mexendo comigo” já há algum tempo…  E, oficialmente as cores apontadas como sendo as principais tendências do ano passado não tinham a ver com esta cor ou tom. Mas para iniciar bem o ano aqui no blog e falar sobre tendências e “previsões” (como nos horóscopos, hehehe…  ), mostro o que já foi divulgado como “cor de 2015” por parte de um ou outro fabricante, um ou outro “trend setter“.

Um belo tom de vinho antigo é a aposta da Pantone para o ano: Marsala.

Um belo tom de vinho antigo é a aposta da Pantone para o ano: Marsala.

A Pantone indica uma linda tonalidade de vermelho: “Marsala” é o nome de um vinho, um tom fechado e muito, muito belo. Eu o utilizaria em diversas situações, de paredes inteiras, para chamar a atenção, a “pontinhos da cor”, aqui e ali, demarcando sua forte presença. É uma bela aposta para “tom principal”, com fundos neutros, que lembra tons terrosos, de carne, um jeito meio vintage de ser e de viver. Já a o “Color Futures” da Coral Tintas aponta o “Sombra de Cedro” como sendo a cor do ano: um tom laranja acobreado dos mais bonitos. De novo, acho que o utilizaria como disse acima: vai da parede de destaque aos pontinhos de cor. O ar metalizado do cobre só a torna mais “nobre” e exclusiva, seguindo também uma tendência que permanece já há alguns anos. Segundo a empresa a tonalidade representa “a paleta natural da terra, desde tons de barro até matizes brilhantes de amarelo; tonalidades de pele que ecoam a interatividade entre os seres humanos e também as nuances de sépia que lembram o passado“. Como nos outros anos, a cor do ano para a Coral foi determinada a partir de uma ideia determinante a que denominaram “Cotidiano + como encontrar maravilhas no dia a dia“, que também orienta paletas de cores auxiliares ao tom principal.

Dentro da família "Singular", a Suvinil destaca tons médios e frios, combinados entre si ou sozinhos em um espaço. Clique para ver maior.

Dentro da família “Singular”, a Suvinil destaca tons médios e frios, combinados entre si ou sozinhos em um espaço. Clique para ver maior.

Cores intensas e ousadas - como o marinho e o vermelho vivo - fazem parte da família "Versátil" da Suvinil. Clique para ver maior.

Cores intensas e ousadas – como o marinho e o vermelho vivo – fazem parte da família “Versátil” da Suvinil. Clique para ver maior.

Já para a família "Coletivo", a Suvinil escalou tons terrosos e vivos formam esquemas de cores bastante incomuns.

Já para a família “Coletivo”, a Suvinil escalou tons terrosos e vivos formam esquemas de cores bastante incomuns.

A Suvinil preferiu mostrar as mais fortes tendências em famílias de cores – o que facilita a escolha de esquemas “frios” ou “quentes”, de tons fortes, médios ou claros – o que, a meu ver, é realmente o mais acertado. São três “famílias” principais para este ano: “Singular“, “Versátil” e “Coletivo“, que abrigam desde esquemas de cores claras e de fácil utilização até cores mais fortes e bastante ousadas.

As 37 cores da paleta do ano segundo a CECAL. Clique para ver maior.

As 37 cores da paleta do ano segundo a CECAL. Clique para ver maior.

E a CECAL – Centro de Estudos da Cor para América Latina – fez o mesmo: destaque para famílias de cores que deverão ser mais utilizadas neste ano. Com o patrocínio da Eucatex, foram indicadas 37 cores principais que já vêm sendo muito utilizadas no mercado (nada de quebra de continuidade, portanto), e dividas em 4 grupos de destaque que se amoldam a um ou outro tipo de pessoa ou de personalidade. São elas:

  • Imaginatio – destinadas ao público jovem, envolvido por cores da atmosfera que se tornam mais fortes que os personagens da cena, fantasias. Cor predominante: “Caribe”.
  • Dulcis – as já famosas “candy colors: tons apastelados e adocicados das balas que colorem objetos de desejo dos eternos jovens que perseguem a alegria do viver. Cor dominante: “Sulferino”.
  • Grafitonus – a nanotecnologia invade o design, trazendo a matéria-prima do futuro, o Grafeno, com tons que sensibilizam concretistas racionais. Cor dominante: “Grafite”.
  • Refugium: Fuga – isolamento na exuberância dos tons verdes, inspirados pelas florestas brasileiras. Aficionados à natureza isolam-se cada vez mais em seus refúgios. Cor dominante: “Esmeralda”.

Mas a Eucatex também fez questão de indicar a “sua cor do ano”: trata-se do “Fúcsia“, que pode ser “lido” como uma mistura de “Marsala” da Pantone mais “adocicado”. A escolha foi feita pelo Comitê Brasileiro de Cores (CBC), que cria a Cartela CECAL. Bem feminino, rosado e intenso, entra para o rol das “cores de 2015” facilmente, exalando bom gosto.

Fúcsia: a aposta da Eucatex para 2015.

Fúcsia: a aposta da Eucatex para 2015.

Como também já observamos em outros anos, na verdade há tantas tonalidades nestas tendências, que acabamos por “encontrar” uma cor que nos agrade, seja para delimitar uma parede ou apenas pontuar de cor um espaço. A dica é divertir-se com as tonalidades que você mais gostar!

Fontes:
 Revista Pense Imóveis
 Blog Casanovah
Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário