nav-left cat-right
cat-right

Sexta dos cinco (em um…)

Ah! Lá vem aquele postzinho que todo mundo a-do-ra: cinco novidades, belezinhas, bacanezas ou, sei lá o quê que recebo e conto pra vocês. Olha só o de hoje como está ‘ryco‘:

Allex Colontonio e Rodrigo Almeida com suas luminárias inspiradas no trabalho em arte do neoconcreto Hércules Barsotti, e primorosamente executadas pela Infinita Surfaces, com direito a aletas móveis e opções de cores que podem ser dispostas em diferentes configurações para controlar a direção e intensidade da luz, como se fossem brises arquitetônicos.

Allex Colontonio e Rodrigo Almeida com suas luminárias inspiradas no trabalho em arte do neoconcreto Hércules Barsotti, e primorosamente executadas pela Infinita Surfaces, com direito a aletas móveis e opções de cores que podem ser dispostas em diferentes configurações para controlar a direção e intensidade da luz, como se fossem brises arquitetônicos.

Clique para ver maior.

Clique para ver maior.

A dupla Allex Colontonio e Rodrigo Almeida acabam de lançar uma pequena e surpreendente linha de luminárias baseada no trabalho de Hércules Barsotti – artista plástico brasileiro que atuou no movimento Neoconcretista com aquarelas. Jornalista consagrado e cheio de predicados, Colontonio buscou o talento de Rodrigo para criar três peças: uma arandela, um plafon e uma peça de mesa. O material escolhido foi o Corian©, muito bem trabalhado pela Infinita Surfaces. Coloridas e dentro do conceito geométrico de Barsotti, as peças têm visual simples e continuam um trabalho que Colontonio começou neste ano, que busca: “resgatar a arte concreta brasileira, valorizando nossos artistas, matérias-primas tecno-ecológicas, um décor mais colorido e bem humorado, e uma estética retrô meio desvalorizada“. O trabalho é tão diferente que as peças nem mesmo estão à venda: a ideia é apenas a de explicitar uma unidade entre arte e design brasileiros. Além disso as luminárias foram criadas como se fossem objetos de arte mesmo, aproveitando a expertise de Rodrigo Meinert (diretor da Infinita Surfaces), com o material. É enfim um trabalho muito especial, na fronteira da arte com o design, que conta com um conceito muito forte e toda a ‘verve‘ de Colontonio na realização de projetos do tipo.

"Oliver" é a novidade em sofá da Flou.

“Oliver” é a novidade em sofá da Flou.

Com dois lugares e almofadas soltas complementares em couro tramado. Clique para ver maior.

Com dois lugares e almofadas soltas complementares em couro tramado. Clique para ver maior.

De canto, com dois e três lugares, em uma composição luxuosa e feminina. Clique para ver maior.

De canto, com dois e três lugares, em uma composição luxuosa e feminina. Clique para ver maior.

A italianíssima Flou exibe seu novo e belíssimo sofá: “Olivier” – design de Emanuela Garbin e Mario Dell’Orto – foi cuidadosamente projetado com proporções balanceadas, que não passam despercebidas.  A peça é linda e tem versões de dois ou mais lugares, de canto e com almofadas componíveis. Revestido em couro ou em tecidos macios como a camurça e o suede, é uma verdadeira peça de design italiano legítimo, com a bossa característica…

Da direita para a esquerda, de cima para baixo, as coleções "Essencial Blacks", "Expressions", "Passionate", "Essencial Blacks" e "Intuitive" da Pattern & Colors estão lindamente representadas na imagem.

Da direita para a esquerda, de cima para baixo, as coleções “Essencial Blacks”, “Expressions”, “Passionate”, “Essencial Blacks” e “Intuitive” da Pattern & Colors estão lindamente representadas na imagem.

Adorei conhecer um pedacinho da Patterns & Colors, uma marca focada em almofadas apenas, com um conceito forte: são apenas 5 tamanhos e formatos diferentes com cerca de 300 possibilidades de cores e tecidos – do linho à palha, da seda ao tricot!  Por enquanto são apenas dois quiosques, um no Outlet Fashion Catarina em São Roque-SP, e outro no Morumbi Shopping na capital. Mas ano que vem a empresa se prepara para abrir a loja virtual e aí… todo mundo vai ter acesso ao “poder transformador das cores e do toque” – como diz a empresa em seu site.

Com pés cheios de detalhes vitorianos que podem vir em cromado ou branco, além de todo o resto, a banheira "Slipper" da Doka Bathworks em candy color faz a festa de quem quer ter um banheiro bem romântico e "antiguinho".

Com pés cheios de detalhes vitorianos que podem vir em cromado ou branco, além de todo o resto, a banheira “Slipper” da Doka Bathworks em candy color faz a festa de quem quer ter um banheiro bem romântico e “antiguinho”.

As cores são uma característica básica que define a atratividade de um produto. No caso das banheiras, a “tradição” é usá-las totalmente brancas. Mas isso nem sempre foi assim e encontramos em museus e casas antigas, banheiras com a parte externa pintada em tons fortes como azul real e verde bandeira. E aí a Doka Bathworks trouxe uma nova proposta: as banheiras “Candy Colors“, ou seja, com cores pasteis e bem clarinhas em seu exterior. Para quem busca montar um ambiente aconchegante na hora do banho, nada melhor: um dos modelos que ganhou um tom de amarelo claro na face externa foi o “Slipper“, com design beeeem vintage.

Na imagem, o belo Dekton® "Makai" - com veios em tom de ocre - no piso da sala. Clique para ver maior.

Na imagem, o belo Dekton® “Makai” – com veios em tom de ocre – no piso da sala. Clique para ver maior.

E o Grupo Consentino – fabricante e distribuidor da já conhecida superfície de quartzo Silestone® – apresenta sete novas cores de Dekton®, um novo material fabricado – a exemplo de seu antecessor – com uma mescla de matérias primas utilizadas na fabricação do vidro, de materiais porcelânicos e de superfícies de quartzo – e que pode ser usado em interiores e exteriores, fazendo do piso à bancada da cozinha. As novas cores se juntam à paleta de cores do material completando agora 22 referências divididas em quatro coleções: “Solid“, “Natural“, “Tech” e “Wild“. “Ventus“, “Korus” e “Galema” – da coleção Solid – são cinzas e ocres bem dentro da tendência do momento. Já “Keon” – da Tech Collection – evoca o concreto e acabamentos industriais. “Kelya” – da coleção Natural – traz um tom de pedra mais escuro que fica ótima como revestimento, por exemplo. “Borea” e “Makai” – da Wild Collection – têm uma pegada natural: enquanto a primeira apresenta uma aparência escura, profunda e intensa, a segunda poporciona uma superfície em creme interrompida por delicados veios ocre. Eu conheci o produto na última Revestir e vejo que ele realmente impacta. Além de sua beleza, as propriedades que agregam maior resistência e menor espessura são das mais cobiçadas por quem projeta. Logo, quanto mais cores e padrões eles oferecerem, melhor para o nosso mercado, claro!

Related Posts with Thumbnails

2 Respostas para “Sexta dos cinco (em um…)”

  1. Sempre com novidades de bom gosto, originais e de qualidade, parabéns pelo seu blog < Maria Alice!
    Feliz 2016, abraço da Phoenix Design

  2. Maria Alice disse:

    Olá queridos, muito obrigada! Muito sucesso em 2016 pra vocês também!
    Abs!

Deixe um Comentário