nav-left cat-right
cat-right

Graham & Brown: papeis de parede com muita graça

Dos mais simples aos mais elaborados, os papeis de parede da norte americana Graham & Brown encantam por sua qualidade.

Dos mais simples aos mais elaborados, os papeis de parede da norte americana Graham & Brown encantam tanto por sua beleza quanto por sua qualidade.

Preciso dizer mais alguma vez que AMO papeis de parede? Na verdade acho que não preciso dizer que AMO mais nada de design, decoração, arquitetura, interiores, mobiliário, mais nada dessas áreas, né não? Então, para não ficar mais perturbando vossa paciência que gentilmente vem aqui me dar uma atençãozinha breve, vamos, mais uma vez, ao que interessa: e hoje o que interessa são os magníficos papeis de parede da norte americana Graham & Brown!

Floral miúdo com fundo em tom forte: jeito "antiguinho" da linha Retrô.

Floral miúdo com fundo em tom forte: jeito “antiguinho” da linha Retrô.

Eles até que são uma empresa recente – sua fundação se deu em 1946 – se formos pensar na história do país com esse tipo de produto que é antiga: acho que desde que os pioneiros lá chegaram com o “Mayflower ,  já pensavam em QUEM ia fornecer papel de parede para a nova colônia… digo isto por que tinta, nunca foi do “feitio” dos ingleses, nem dos americanos que nasciam naquele momento. Aliás, a história da construção civil norte americana e da nossa, brasileira, da América do Sul toda, pode (acho que até deve), um dia, ser estudada e comparada: meu Deus cada diferença brutal! O pouco que consigo detectar é fantástico: enquanto eles, mais ricos e mais estáveis, constroem casas de madeira e até de papelão, nós construímos sólidas casas de tijolo e cimento – muito mais caras e demoradas de se erguer… Enquanto eles recobrem suas “casinhas de papelão” com papel e cola, nós pintamos com tintas, feitas com química cara, nossas paredes grossas feitas com tijolos e massa (ou ainda mais: as revestimos com cerâmicas!  ). Um contraste absoluto estilo “país rico x país pobre”, só que tudo aconteceu ao contrário!  Bem, vamos voltar ao papel de parede de nossos primos ricos que é melhor…

Listras e bolas multi coloridas: o universo das crianças enfeitado com vontade.

Listras e bolas multi coloridas: o universo das crianças enfeitado com muito bom gosto.

“Descobri” a empresa quase que por acaso quando procurava por um produto absolutamente fantástico: um papel de parede para crianças, com o qual muitos adultos também podem se divertir. Ele vem com fundo branco com diversas molduras desenhadas, onde você pode colorir, colar fotos e imagens de livros, revistas, etc., enfim, fazer seu próprio “painel de parede”, customizado e sob medida para seu quarto ou… para qualquer lugar da casa onde se deseje algo novo e bem lúdico. Magnífico, não? E aí fiquei conhecendo uma série de outros bons produtos como este!

As belezinhas que me levaram ao fornecedor: "Frames" e "Frames Black". Verdadeira 'sensação' entre crianças, jovens e adultos. Clique para ver maior.

As belezinhas que me levaram ao fornecedor: “Frames” e “Frames Black“. Verdadeira ‘sensação’ entre crianças, jovens e adultos. Clique para ver maior.

Na linha de papeis de parede da empresa há de tudo um pouco: dos classicões adamascados, florais, listrados, imitando tecidos, geométricos e folhagens, em diversas cores, a borders para fazer rodameios ou rodatetos e também papeis removíveis e ainda com acabamento flocado – isto é com textura de tecido ou outros materiais, onde o toque diz tudo. Na linha chamada “Wall Art” há paineis que simulam materiais tais como tijolinhos ou pedras, e fotografias panorâmicas de cidades, natureza, animais, flores, etc. Uma linha especial para crianças não deixa ninguém sair de mãos vazias da loja (ou da loja virtual) e o lado lúdico é totalmente garantido neste caso.

Na linha de "Contemporâneos" a marca nos brinda com maravilhas tais como "Athena White Gold"

Na linha de “Contemporâneos” a marca nos brinda com maravilhas tais como “Athena White Gold

De tudo que vi, fico com a impressão de que há muito, mas muito mesmo para a nossa indústria conhecer, aprender, apreender e assimilar do que precisamos nesse tipo de produto para que não mais simplesmente compremos do exterior. Mas eu realmente não sei se este é o pensamento dos empresários do país, pois há tantas outras áreas onde o mesmo raciocínio é necessário e nada acontece…  Então, acho que é melhor mesmo que o mercado – isto é, nós, consumidores – conheçamos estes bons produtores/fornecedores, para que quando precisarmos de produtos maravilhosos como estes, saibamos a quem recorrer. Afinal de contas, globalização é isso, ainda que no Reino Unido o povo esteja pensando em “fechar as portas”… GLUP!

Em um belo tom de marrom, "Ophelia Brown" é da linha de flocados.

Em um belo tom de marrom, “Ophelia Brown” é da linha de flocados e simula veludo.

Nota: para quem não se apercebeu, o Mayflower a que me referi, foi o barquinho que, em 1620, trouxe os colonos ingleses que vieram viver na América do Norte e que deram origem ao que hoje são os Estados Unidos.

Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário