nav-left cat-right
cat-right

Estampas em destaque – parte I

O uso de estampas na decoração é um dos capítulos mais interessantes quando se fala em revestimento de móveis, paredes, têxteis e uma série de elementos utilizados para compor o décor. Nesta dupla de posts, vamos destacar quatro estampas que estão sempre sendo utilizadas com sucesso em diversos projetos de interiores em todo o mundo para conhecê-las um pouquinho mais.

Chevron

Utilizado em uma série de produtos Missoni – ou não – o Chevron conquistou seu espaço no design de interiores.

“Febre” de 9 entre 10 projetos nos últimos tempos no país, a estampa nada mais é do que uma “releitura” da colocação em diagonal de diversos elementos, tais como revestimentos: sim, tijolos e cerâmicas, por exemplo, quando assentados a 45 graus (na diagonal) são muito comuns há muito tempo e alguns bastante tradicionais na história dos interiores. A colocação de tacos de madeira no estilo chamado “espinha de peixe” já era feita pelos franceses pelo menos desde o século XVIII! Daí que, Rosita Missoni, inspirada neste tipo de grafismo criou, em 1962, a estampa batizada de “Chevron” para sua grife de moda: trata-se nada mais nada menos que linhas coloridas dispostas em “zig zag” que dão charme e encanto a qualquer tecido. E, desde o advento da Missoni Home na década de 1980 – ramo “para a casa” da grife de moda – o chevron vem tomando conta de pequenas e grandes peças de mobiliário: de almofadas a pufes, de cortinas a tapetes!

Quando bem aplicado, o chevron confere um bom destaque à decoração.

Quando bem aplicado, o Chevron confere um bom destaque à decoração.

 

Pied-de-poule e pied-de-coq

Aplicado com primor em sofá clássico, o pied-de-poule faz bonito em várias situações. Clique para ver maior.

Aplicado com primor em sofá clássico, o pied-de-poule faz bonito em várias situações. Clique para ver maior.

 

Sinônimos de elegância, o pied-de-poule e o pied-de-coq são um clássico. Preto e branco e em vários tamanhos, estes padrões tiveram origem na década de 30, com a revolucionária estilista Coco Chanel.

Segundo especialistas, Mademoiselle Chanel se apaixonou pelos desenhos que via nos paletós masculinos da época. E em 1947, Christian Dior lançou seu primeiro perfume, chamado ‘Miss Dior’, cuja embalagem continha tal estampa, o que auxiliou em sua popularização.

O engraçado é o que são na verdadeestas estampas: o pied-de-poule imita as pegadas de galinha, enquanto a pied-de-coq as pegadas de galo – respectivamente: “poule” = galinha e “coq” = galo. A repetição forma o padrão, sendo a primeira menor que a segunda. Em alguns casos, o pied de coq contém quatro pontas ao invés de três.

O pied-de-coq como revestimento em quarto infantil: sofisticado e divertido.

O pied-de-coq como revestimento em quarto infantil: sofisticado e divertido.

E, como tudo na moda acaba “derivando” para a decoração, não é difícil ver estas estampas em interiores refinados, principalmente se as cores dominantes forem o preto e o branco.

Continua…

Related Posts with Thumbnails

2 Respostas para “Estampas em destaque – parte I”

  1. Sabrina Mix disse:

    Oi, linda! Adorando as postagens.

    Sou apaixonada por uma estampa, mas nunca soube o nome correto dela. Será que você consegue descobrir?

    Olha uma imagem aqui. Eu costumo chamar de triângulo diagonal, mas creio que deve existir um nome melhor e mais específico, não?

    Beijos e sucesso!!!

  2. Maria Alice disse:

    Prezada Sabrina,
    Grata por sua visita e comentário.
    Olha, dei uma pesquisada mas essa estampa é realmente apenas um jogo de tons de cores (no caso, brancos, cinzas e negros), em formato de triângulo, o que às vezes o faz parecer um quadrado partido. Ou seja, não é nada consagrado: apenas um padrão que vem sendo usado bastante ultimamente, na moda casa.
    Abs!

Deixe um Comentário