nav-left cat-right
cat-right

A magia da árvore de Natal

O pinheiro verde seus muitos de enfeites: uma tradição que Isabel Bernardo segue à risca em suas produções de lindas árvores de Natal.

O pinheiro verde seus muitos de enfeites: uma tradição que Isabel Bernardo segue à risca em suas produções de lindas árvores de Natal.

Noutro dia – mais precisamente em outubro… – escrevi aqui um post sobre guirlandas, comentando que elas deveriam ser mais utilizadas durante o ano todo, e não apenas no Natal como é aqui no Brasil. Foi a consequência de uma pequena conversa que tive com Isabel Bernardo, amiga de Instagram com quem divido gostos por mesas (MUITO) bem postas, pelo cor de rosa e por coisas lindas de decoração de um modo geral. Daí que, à época, eu não sabia, não conhecia, nem tinha visto todo o talento de Isabel para criação de lindas guirlandas, ornamentos e de um tudo para Festas de final de ano…  E agora que chegou o dezembro, até um pouco antes, já contemplei guirlandas realmente magníficas, de deixar qualquer porta quase ‘desabando’ de tão maravilhosa, em qualquer lugar: seja em residências ‘molto chics‘, seja em escritórios onde a tradição das festas é exibida e bem vinda, ela é a pessoa certa para fazer aquela decoração que você quer ou precisa para sua ‘Noite Feliz’.

Pinheiro verde escuro com decoração em tons de vermelho e dourado.

Pinheiro verde escuro com decoração em tons de vermelho e dourado.

E aí conversei mais um pouco, e acabei por saber que o trabalho dela é completo mesmo: ou seja, Isabel também monta presépios, faz arranjos e lindas árvores de Natal. Aqueles pinheiros clássicos, cheios de velas, fitas, flores, enfeites e bolas maravilhosas que ninguém sabe direito como é que são produzidos, ela os monta! Vocês imaginam aquelas residências onde as festas de fim de ano acontecem praticamente durante todo o mês de dezembro, ou onde a família é grande e a dona ou o dono da casa definitivamente não dá conta de tudo no Natal? Lá está Isabel para ajudar nesta parte da decoração com uma boa ideia, uma boa solução. Eu achei o máximo e trouxe para este post algumas dessas árvores de tirar o fôlego que ela tem montado por aí…

Enfeites em branco e um tom de verde especial: discreta e bonita.

Enfeites em branco e um tom de verde especial: discreta e bonita.

Mas, fiquei pensando, de onde vem este hábito de montar árvores de Natal?  Afinal de contas, se a festa é a comemoração do nascimento de Cristo, e ele nasceu numa região que nada tem a ver com agasalhos pesados, renas, neve e frio, o que pinheiros e bolas coloridas de vidro têm a ver com seu “aniversário”? Bem, aí uma pequena pesquisa faz-se necessária, concordam? 

Para quem prefere uma ideia mais contemporânea, Isabel também produz árvores com galhos secos e enfeites alternativos.

Para quem prefere uma ideia mais contemporânea, Isabel também produz árvores com galhos secos e enfeites alternativos.

O fato é que a tradição e o culto às árvores nesta época do ano remonta a épocas muito, muito, muito antigas mesmo. Civilizações que habitaram a Europa e a Ásia cerca de 3 mil anos antes de Cristo já consideravam as árvores como um símbolo divino e as cultivavam realizando festas em sua homenagem. Ligavam árvores a seres mitológicos e acreditavam que suas raízes fincadas do solo marcavam uma simbólica aliança entre os céus e a Terra. Na época do solstício de inverno, os povos pagãos da região dos países bálticos cortavam pinheiros e os levavam para seus lares, enfeitando-os de forma muito semelhante ao que fazemos hoje em dia, e essa tradição acabou chegando aos povos germânicos, que passaram também a colocar presentes para as crianças aos pés do carvalho sagrado do deus que cultuavam: Odin – veja que curioso! 

Numa decoração para o hall de entrada de um condomínio, além do tradicional pinheiro, alguns arranjos. Clique para ver maior.

Numa decoração para o hall de entrada de um condomínio, além do tradicional pinheiro, alguns arranjos. Clique para ver maior.

Já na Era Cristã, acredita-se que, no início do século VIII, o monge beneditino São Bonifácio tentou acabar com essa crença pagã: cortou um pinheiro sagrado que os locais adoravam no alto de um monte, e como teve insucesso na erradicação da crença, decidiu associar o a forma piramidal do pinheiro à Santíssima Trindade, e suas folhas resistentes e perenes à eternidade de Jesus. Aí sim, uma história bastante plausível para a criação da Árvore de Natal, não é? 

Uma guirlanda feita por Isabel: luxo e beleza para as Festas.

Uma guirlanda feita por Isabel: luxo e beleza para as Festas.

Também se atribui à cidade de Riga, na Letônia, ao aparecimento da primeira árvore de Natal, em 1510. Para os protestantes, a tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero: conta-se uma história de que, certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve acompanhado pelas estrelas no céu. Logo depois, reproduziu em sua casa esta bela paisagem com galhos de árvore, e usou também velas, algodão – para imitar a neve que caía – e outros enfeites. Outra bela e interessante versão para o hábito de montar árvores de Natal.

Um anjo dourado domina este pinheiro com ornamentos no mesmo tom.

Um anjo dourado encima este pinheiro com ornamentos no mesmo tom.

Há diversas outras versões, mas a maior parte assegura que trata-se de um hábito nascido na Alemanha entre os séculos XVI e XVIII, e que no século XIX a prática foi levada para outros países europeus e daí para os Estados Unidos, tendo chegando na América Latina apenas no século XX. O fato é que o hábito de enfeitar uma árvore no fim do ano para comemorar a mudança da estação – no hemisfério norte, a chegada do inverno; no sul, a do verão – a chegada de um novo ano, ou o nascimento do Cristo – ou tudo junto e misturado!  – é uma tradição praticamente mundial. Pegue um russo, um mexicano ou um islandês e todos eles por algum motivo estarão comemorando em torno de uma bela árvore no fim de cada ano.

Grandes bolas brancas com detalhes em dourado: um pinheiro de Natal para ninguém botar defeito!

Grandes bolas brancas com detalhes em dourado: um pinheiro de Natal para ninguém botar defeito!

Nota Importante: quem quiser entrar em contato com Isabel Bernardo para montar um belo pinheiro, uma linda guirlanda ou uma decoração natalina inteira exclusiva para sua casa, escritório, consultório, loja ou local de trabalho de um modo geral, pode entrar em contato através do e-mail isabel.bernardo27@hotmail.com ou pelo telefone (11) 97090-9992. Visite também o Instagram de Isabel – clique aqui. Ela é de São Paulo, Capital. 

Related Posts with Thumbnails
Share

Deixe um Comentário