nav-left cat-right
cat-right

A artesania sofisticada de Daniele Drummond

 

Olá, como vão todos por aqui?

Uma cuba de Daniele Drummond: beleza artesanal.

Bem, quem acompanha nossa ‘page‘ no Facebook ficou sabendo que houve uns percalços por aqui: tivemos que trocar de servidor, e esta não é uma operação muito fácil, nem muito simples. Foram dias de instabilidade, talvez vocês não tenham conseguido acessar algum post, tenham visto imagens quebradas, coisas assim, até que, finalmente anteontem, consegui parar para escrever esta notinha para testar se já está tudo funcionando perfeitamente – a princípio, segundo os técnicos, está tudo perfeito. 

Cuba tipo ‘Bowl‘ com Renda Envelhecida na cor ‘Jade‘.

Mas aí, vamos ao que interessa? Conheço as belas e super diferentes cubas de Daniele Drummond há muito tempo – e deve ser por isso que não as destaquei por aqui antes. De um modo geral, quando a gente vê um produto por diversas vezes em algum lugar, pensa que todo mundo viu e já o conhece, o que não é necessariamente verdade, e foi o que aconteceu neste caso. Daniele criou uma série de cubas de apoio marcando em seu exterior – e/ou interior – desenhos, texturas, e toda sorte de símbolos como se fossem peças muito antigas, encontradas em ‘escavações arqueológicas’, fósseis mesmo. O resultado você vê nas fotos, mas muito me anima – eu realmente fiquei apaixonada pelo trabalho e adoraria ter composto um lavabo ou banheiro com uma peça dela (será que ainda dá tempo?  ) – saber que as possibilidades são infindas… Na verdade o que eu vejo como ‘marcas fósseis’, a artista denomina ‘rendas’, o que também é possível de se chamar desta forma. Cada ‘renda’ ela põe um nome: tem a “renda inglesa azul”, a “renda branca”, a “envelhecida”… Também já enxerguei pele de cobra em algumas situações, o que seria sensacional: imagine uma cuba reproduzindo pele de animais!  Não importa o nome, importa é que suas texturas são por demais sofisticadas, exclusivas e belas e nos evocam uma série de belezas naturais que ela cria sobre cerâmica…

Toda a beleza de uma peça perfeitamente instalada.

O artesanal é o forte da artista e designer, e aí eu chamo atenção para as formas que ela cria: nada é reto ou ‘certinho’: há cubas quadradas e retangulares com um belíssimo desalinho totalmente artesanal, o que é fabuloso para quem compõe espaços. A altura, a borda e os acabamentos das cubas, tudo é estudado e bem trabalhado, e isso encanta de modo definitivo. Mas não se pode esquecer suas cores: a aplicação dos esmaltes é soberba e, por mais que um brilho metálico ou mais sofisticado apareça, a qualidade de artesania não deixa de estar muito forte, muito presente. Ela sabe contrabalançar os extremos.

Queijeira com borda de ouro (e passarinho): um dos utilitários de Daniele que mais me encantou.

Mas… não é só isso. Seguindo-a no Instagram – sempre ele…  – acabei percebendo que Daniele é muito mais que apenas cubas! Através da argila, sua melhor expressão, a designer e artista plástica cria uma infinidade de peças muito especiais. Na verdade – agora compreendo – Daniele tem uma técnica muto específica em cerâmica e foi a partir dela que inovou nas cubas. Da mesma fonte saem suas peças cerâmicas igualmente muito belas. É tudo muito ligado à terra, à natureza, mas tudo muito elegante. Ela cria de xícaras a centros de mesa, de queijeiras a travessas. Noutro dia, um pequeno e colorido conjunto de xícaras para café me encantou, e de lá veio este post: COMO eu não sabia de todas as peripécias em cerâmica da ‘mestre das cubas de luxo”? Aí, fui investigar… 

Um centro de mesa artesanal: beleza única. Clique para ver maior.

Surpreendentemente nascida no Rio, crescida em São Paulo e vivendo nas Minas Gerais há muitos anos, Daniele é uma daquelas artistas muito especiais que traz em seu jeito a mistura do brasileiro onde receptividade e calor humano fazem parte de sua personalidade. É uma mistura única aqui do sudeste que eu conheço bem por ter mãe mineira, pai carioca e muitos amados amigos paulistanos e paulistas mesmo: gente boa que faz de tudo um pouco e faz bem feito. Ao visitar seu site e me deliciar com todas as pequenas maravilhas criadas por Daniele, só posso pensar que seu sucesso é fruto de um talento único e de uma dedicação exemplar.

Para finalizar, mais uma beleza: cuba tipo “Canoa clássica“, com Folhagem, na cor ‘Verde Água‘.

Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário