nav-left cat-right
cat-right

Design aristocrático: Promemoria

Com design diferente e muito conforto “Fiori di Loto” é um bom exemplo das peças da Promemoria.

Vocês sabem que eu gosto muito de mostrar fabricantes, produtos e grifes que criam coisas lindas lá fora do país, pois tenho plena certeza de nossas potencialidades por aqui – e sempre busco o melhor. E é claro que o blog se notabilizou por isso também. Mas já tem um tempinho que não mostro nada assim, bem legal*. Daí que, passeando por aqui e por ali, dando uma olhada em meus fornecedores preferidos que têm sempre algo novo e ‘soberbo’ a mostrar, eis que conheço uma italiana ‘nova’: a Promemoria. Opa! Prato cheio pra mim… 

O belo sofá “Mogador“, ambientado.

Derivada de um negócio especializado em reparo de carruagens para a aristocracia local no século XIX, às margens do lago de Como, no norte da Itália, a Promemoria já nasce com o toque elitista que hoje em dia lhe é traço característico. Com certeza, naquela época, a família Sozzi nunca imaginaria isso, mas após quatro gerações, no final dos anos oitenta, a Promemoria se transformou no que enxergamos hoje: um fabricante de alto nível de armários, sofás, cadeiras e mesas que se deve olhar, mas também acariciar, cheirar e até mesmo escutar, já que harmonizam com madeiras, vidros e metais. Cada peça é feita à mão, muitas vezes em edição limitada, com grau de excelência certificado por severas checagens de qualidade.

A sinuosa “Roka” – que faz ‘par’ com “Moka“, logo abaixo – é um dos destaques da Promemoria quando se fala de cadeiras para jantar.

Ambas têm um toque “Decó/Retrô

A atenção aos detalhes é combinada com o uso de materiais exclusivos como madeiras italianas tais como cipreste toscano ou exóticas como o ébano “macassar” ou a brasileiríssima sucupira. Tecidos como seda, linho, caxemira e outras diversas fibras nobres. Metais especiais e os tradicionais esperados do bronze à prata e ao cobre, muitas vezes ao lado de vidros de Murano ou de porcelana feita especialmente para criar alças, abajures ou outros detalhes específicos e bastante especiais.

A coleção de camas é excelente e tem boas surpresas como o detalhe das percintas na parte de trás no modelo “Baku” de cabeceira alta.

Um nome se destaca: o designer Romeo Sozzi, da terceira geração da família e formado pela Accademia di Brera, em Milão, topou o desafio e está à frente da empresa desde o final da década de 1980. Uma grande responsabilidade, já que a tradição fala mais alto, Romeo tem se saído muito bem. Com o tempo, a Promemoria tornou-se não apenas um produtor de mobiliário internacional de alto perfil, mas um banco de talentos de design inovador. Rigor e disciplina são duas de suas características marcantes, contrabalançadas por entusiasmo e personalidade forte como ‘bon vivant‘ que sempre foi.

Com uma extensa coleção de mesas de jantar, de centro e laterais, destaco a pequena e ‘esperta’ Bip Bip: design moderno e tradicionais materiais como estrutura em bronze e topo em couro, galuchat ou osso.

Eu gostei de toda a coleção, mas de fato ela é bastante ‘aristocrata europeia’. Nem a aristocracia brasileira ela deve encantar – se é que ainda temos algum por aqui…  Penso que, se você quiser montar uma casa TODA com móveis da empresa, vai precisar no mínimo de um ‘palacete’ como diriam os antigos – quem sabe uma embaixada… pois é tudo muito, muito elegante e distinto. E, imagino, deva existir uma casa ou outra que mereça móveis do tipo, mas são muito raras. Mas não se pode deixar de lado os bons momentos de peças como as que destaquei nas imagens, nem outras que não foram destacadas mas que, se bem alinhadas em um projeto de interiores, ficam ótimas no contraste do novo com o moderno. E por isso é bom ficar atento: um profissional nunca fica sem boas referências e ‘cartas na manga’. Se seu cliente desembarcou da Europa e quer viver aqui no estilo de lá, você já sabe onde pode encontrar mobiliário de charme para a casa do novo ‘exótico’. 

Feita com alabastro e base em antracito e carvalho, a luminária de mesa ‘Caseta‘ é exemplo da eclética linha de luminárias da empresa.

A partir do histórico showroom de Milão, a marca tornou-se global: hoje a Promemoria está presente em endereços exclusivos nas principais cidades do mundo. Aqui no Brasil tem em São Paulo na Casual Móveis. É coisa para V.I.P.s

O simpático sapinho escolhido ainda no século XIX para ser símbolo da empresa.

*Para quem curte ficar por dentro de detalhes, o último post sobre uma empresa do exterior foi em 28 de setembro do ano passado, quando falei sobre o lançamento dos belíssimos tecidos da Sicis. Veja aqui. 

Related Posts with Thumbnails

2 Respostas para “Design aristocrático: Promemoria”

  1. Marcelo disse:

    Sou apaixonado pelos móveis da Promemoria! Um design clássico e um primor artesanal em seus móveis. Lindo!

  2. Maria Alice disse:

    Eu também achei os móveis lindos, Marcelo, mas realmente penso que são mais indicados para residências de alta estirpe!

Deixe um Comentário