nav-left cat-right
cat-right

Mostra Artefacto Decor + Cinema

Lindíssimo detalhe de um anexo ao espaço de Patricia Penna na Mostra Artefacto Haddock Lobo 2018.

O cinema é o tema da nova mostra da loja Haddock Lobo da Artefacto em São Paulo que abriu no último dia 9 de março. Aproveitando a movimentação da cidade na época por conta de outros eventos de decoração e arquitetura, a empresa está lançando sua nova coleção em uma de suas lojas principais com a exibição do talento de profissionais de destaque em espaços privilegiados, com diferentes nuances estéticas e a energia atemporal de filmes que inspiraram os profissionais na mostra desse ano.

A sintonia entre a magia e o entretenimento proporcionados pelo cinema, que aborda questões contemporâneas e do cotidiano, além do universo cinematográfico e suas especificidades, inspirou os profissionais a criarem ambientes intimistas e com personalidade, muito ecléticos ou bastante harmônicos, homenageando títulos, temas, personagens, diretores, histórias ou cenas antológicas, com espaços criativos que relembram momentos dos longa metragens e sua influência em todo o mundo. Abaixo apresentamos o “elenco” e seus trabalhos com um pequeno comentário sobre cada um deles.

Chris Hamoui – “O Diabo Veste Prada

Espaço, conforto, elegância e muito bom gosto no ambiente de Chris Hamoui. Clique para ver maior.

Meryl Streep na figura da inesquecível Miranda Priestly é a inspiração para um espaço de uma mulher de personalidade marcante, independente e decidida criado por Chris Hamoui lembrando de “O Diabo Veste Prada“. O ambiente mescla elementos clássicos com outros mais modernos em tons terrosos e o uso de lustres em contraste com os móveis contemporâneos da Artefacto reflete bem a proposta.

Debora Aguiar – “Coco Chanel

Texturas variadas como tampos em arraia, puffs em crocco, mesas em mármore preto, entre outros elementos compõem o cenário para ‘Coco Chanel‘. Clique para ver maior.

Ligando moda e arte, Debora Aguiar homenageia o filme sobre uma das mais importantes estilistas de todo os tempos, escolhido por ela por se tratar de um ícone. Símbolo máximo de sofisticação, Coco Chanel inspirou a profissional a pensar em algo atemporal, em tons de pérola, bege e preto, muito utilizadas em suas coleções. Não faltaram recursos de alta costura nos detalhes, tais como pespontos, desfiados, franjas etc. Ainda assim, não há excessos e o uso da madeira clara, dourados, veludos e sedas off whites garantem a harmonia do ambiente.

Denise Barretto – “E La Nave Va

Um grafismo muito interessante – e super atual – aparece como detalhe na parte superior direita da parede de fundo do espaço de Denise Barretto. Clique para ver maior.

Denise Barretto se dedicou à pesquisa do clássico italiano “E La Nave Va” do cineasta Federico Fellini. A inspiração se deu pela história que se passa em uma viagem de navio, no início do século XX, repleto de itens característicos da época. O veludo, as formas arredondadas, as luminárias pendentes em tons de cinza e branco, remetem ao clima de despedida em que se passa o filme. São 120m² de um loft onde a arquiteta retrata de forma elegante a linguagem de uma época super especial.

Fábio Morozini – “Animais Noturnos

Um jantar para ninguém botar defeito!

Com estilo sofisticado e cosmopolita , o ambiente de Fábio Morozini faz referência ao filme de Tom Ford mais em seus detalhes: utensílios, obras de arte e materiais nobres remetem aos aspectos cinematográficos da película por seu apuro. A estética é das mais refinadas e atrelada ao bem viver cercado pelo belo e pela arte que fazem parte do enredo que se vê na telona.

Marta de Sá – “Invasão de Privacidade

Neutros com alguns toques de cor fazem a bela ‘Sala de Banho‘ de Marta de Sá.

Nada mais íntimo e privativo que uma Sala de Banho: e foi este ambiente que Marta de Sá criou para homenagear o filme “Invasão de Privacidade“, onde as cores cinza cobalto, “urano” e preto fosco fazem a referência de contemporaneidade apresentada no principal cenário do filme. Marta os complementou com verde musgo reflete a floresta em que as folhas e até o amarelo do tapete, “são a ‘invasão’ do olhar, do pensamento que voa, vai e vem, traz, sem te tirar do lugar“, segundo palavras da profissional.

Patricia Penna – “La Dolce Vita

Muito do brilho da época áurea do cinema – com toda sua inquietude e paixões peculiares- se apresenta no espaço de Patricia Penna. Clique para ver maior.

Um ar decô bem forte, e com muita elegância, típica de ‘La Dolce Vita‘, filme da década de 1960 de Federico Fellini, inspirou Patricia Penna. Trata-se de um período que trouxe consigo uma nova estética que influencia o design e a decoração até os dias de hoje, e a filmagem em preto e branco com um glamour intrínseco está presente no ambiente, não deixando dúvidas quanto à sua homenagem.

Outros espaços

 

Erika Queiroz – “Um Bom Ano”

Clique para ver maior.

Suave e muito elegante, sem grandes arroubos mas com muito conforto, a suíte de Erika Queiroz dá seu recado.

Mauricio Karam – “O Grande Gatsby

Clique para ver maior.

Só um detalhe do que seria o grande salão da casa principal do musical “O Grande Gatsby“.

Leonardo Maia – 007 Contra Goldfinger

Clique para ver maior.

Um lounge, misto de bar, misto de gabinete é uma ode à masculinidade elegante e moderna numa paleta de tons sóbrios e o sofisticado mobiliário Artefacto.

João Armentano – Sabrina

Clique para ver maior

Um espaço pensado para acalmar a alma e oferecer conforto, segundo o profissional, utilizando elementos como os revestimentos e acabamentos, que favorecem o bem estar com um toque a mais de elegância e conforto, a fim de retratar o equilíbrio entre a força da mulher e a sua delicadeza.

Além dos 10 ambientes, todo o showroom da Haddock Lobo conta com os lançamentos da marca para 2018, assinados pela arquiteta Patrícia Anastassiadis.

Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário