nav-left cat-right
cat-right

Cinco em um… mais um! (3ª edição)

As cores da luminária “Bicoca“, escolhida pela Dimlux como uma das que acompanha os jovens de hoje em dia a qualquer lugar em que estabeleçam moradia. Cabe até no colo!

Hoje é dia de post cinco em um… mais um Dia em que trago cinco novidades das áreas do design, da decoração, interiores, arquitetura, paisagismo, artes ou afins para vocês saberem/conhecerem – mais uma de brinde, neste ano de 2018. E neste finalzinho de mês de agosto, início de setembro, o quente é a Design Weekend – DW – Semana de Design de São Paulo que começou na quinta dia 30/08 e rola até amanhã, dia 2/09. Ou seja, a semana já foi “quente” quando aconteceu o BoomDesign São Paulo, e o High Design Expo, além de diversos outros eventos de design que se espalham por Sampa nestes dias. Há realmente muita coisa acontecendo e quem é paulistano pode ver a programação inteira clicando nos links dos eventos, ok?

O “Pátio Harae” assinado por Gustavo Neves, na mostra ‘Modernos Eternos‘: “harae” é termo para rituais de purificação no xintoísmo através da água. Um local de descanso e contemplação, na área externa da mostra. O ambiente simboliza um templo de meditação e purificação e convida as pessoas a pensarem em ações ou rituais que contribuam para sua qualidade de vida.

 

Dicas:
* até amanhã tem a mostra “Modernos Eternos” para ver: compacta, com apenas 10 ambientes.
No Studio 689 – Ugo di Pace
Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 689 – Jardim Europa


* outra mostra pequenina que eu apostaria ir dar uma olhada é a “Mostra 3×4“, organizada pela Docol e Portinari, com curadoria do jornalista e crítico de design Marcelo Lima e três espaços conceituais bolados por Bernard Leroux e Hugo Sigaud, que assinam a cozinha; Murilo Weitz e Renato Mendonça, responsáveis pela área de banheiro; e Aiê Tombolato, que desenvolveu o espaço de transição.
Na Galeria GRIS
Rua Oscar Freire 2205
sábado e domingo, das 10h às 14h.


* tem também o Shopping D&D, uma série de eventos: nos corredores do edifício, exposição curada pela jornalista e crítica de design Regina Galvão com móveis, objetos, luminárias, eletrônicos e acessórios selecionados nas lojas e que se destacam por seus projetos autorais e inovadores. As vitrines também estarão contempladas com os produtos mais relevantes de cada coleção. E tem ainda o “D&D Show Case 2018“: uma mostra com 12 renomados profissionais – entre eles Chris Ayrosa, Gigi Monteiro e Jóia Bergamo, Kiko Sobrino, Léo Shehtman e Helena Caio, Martha Medeiros e Olegário de Sá e Vic Meirelles – que criaram vitrines em dois pisos do Mall inspiradas em moda, fotografia, arte, design e arquitetura.


* na By kamy tem a expo “Manifesto Tramas das Artes“, que segue até 15/09: sob a curadoria da psicóloga e escritora carioca Daniella Bauer, que reuniu peças de artistas como Niobe Xandó, Samico, Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral, transportadas para tapeçarias de artistas contemporâneos como Luisa Editore, Mónica Millán e Nicole Tomazi.
Na By Kamy Maison
Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1147 – Jardins
De Segunda a sexta, das 10h às 19h; Sábado das 10h às 17h e Domingo das 10h às 14h
(11) 3081-1266

E pensam que é só? O Rio não fica para trás e já, já vem a Semana Design Rio, de 13 a 16 de setembro, que este ano acontece no MAM-Rio, mas sobre este evento vamos falar mais, mais perto com maiores detalhes, ok? 

Sófá “Comfy” de Richard Gohr um dos sucessos da Ha.Fatto: assimetria pegou bem. Clique para ver maior.

E chamo a atenção para uma novidade interessante de design e mobiliário: vocês já conhecem os sofás da Ha.Fatto? Criada há mais de 50 anos em Santa Catarina, a empresa não está no mercado de bobeira, tendo trazido sempre peças de alta qualidade ao mercado brasileiro. Na década de 90, o filho do fundador, Flávio Gropp, assumiu os negócios com o objetivo de consolidar a marca. Juntou-se a ele Richard Gohr, designer que também trabalha no maior estilo e a dupla agora apresenta uma linha super interessante, variada, que atende a alguns princípios variados tais como versatilidade, funcionalidade e acabamento superior, para quem aprecia um estilo contemporâneo e elegante. Um destaque! 

Os lindos vasos da Konsepta na Casa Cor® SP.

Conheci o trabalho da Konsepta Design através dos vasos cerâmicos expostos no espaço de Naomi Abe na Casa Cor® São Paulo que terminou no finzinho de julho. A princípio pensei tratar-se mais de arte, ao invés de design, mas como o nome do estúdio é explícito, decidi ler, ler e ler mais um pouco para ver onde (e se) eu me enganava. Percebi que o trabalho de Claudia Issa ainda é muito recente e que ela começou sim, pra valer, com a pegada do “design arte”, e que, com o tempo, o trabalho teve lances mais artísticos, mais design, e por aí tem sido. Não há uma separação rígida até por que ela atua naquela famosa “fronteira” entre arte e design – e entre design e arte – mas eu fiquei mais satisfeita/tranquila/feliz ao perceber que há este movimento, daqui pra lá e de lá pra cá sem grandes tensões. Há na verdade uma preocupação em se manter uma produção de alta qualidade e de muito conceito. Seu site, instagram, as fotos, enfim, TUDO da Konsepta me fazem crer que ela pretende fazer um trabalho sério e fundamentado de arte e design e posso dizer que curti muito tanto a coleção passada – toda em negro – quanto esta que apareceu em Casa Cor. Vou acompanhar! 

Apropriada para caber em cada pequeno cantinho de qualquer lugar, a luminária ‘Gatto Piccolo‘ foi selecionada entre as que podem acompanhar os “modernos nômades” pela Dimlux.

E eu achei uma graça as mini luminárias da Dimlux: lançadas pensando na erraticidade das pessoas na atualidade, ou seja, no vai e vem entre casas, moradas, famílias e até entre cidades e países. Desse jeito, os mais jovens por exemplo tendem a ter poucas coisas que carregam consigo além de suas roupas e uns poucos guardados, até que estabeleçam mesmo uma família (e ainda assim pode haver mudanças…). Daí a necessidade de peças compactas que acompanhem esta novo tipo de vida. Destaco abaixo três que me deixaram encantada!


Bicoca” de Christophe Mathieu é formada por uma sobreposição de figuras geométricas básicas coloridas que projetam uma luz intimista, totalmente direcionável. Feita em policarbonato, mede apenas 14 x 22,5 cm e conta com uma bateria de baixo consumo que é carregada via USB. A fonte de luz é de LED, a que torna totalmente nômade e portátil. Disponível em seis cores.

Sofia“, de Marcelo Dabini e Nadia Corsaro, é estruturada em folhas delicadas e flexíveis de madeira que se transformam em desenhos fluídos, sem perder a resistência e a beleza naturais. Com acabamentos coloridos que variam de tons neutros aos mais vibrantes, a peça exalta o charme da madeira. Mede 32 x 30 cm.

Gatto piccolo‘, de Achille e Pier Giacomo Castiglioni, tem uma fina estrutura em aço revestida em resina “casulo” com acabamento transparente pulverizado – técnica exclusiva da Flos, para onde foi desenhada – o que cria uma luz difusa suave e cativante. Medindo 38,5 x 58 cm, conta com dimmer eletrônico que permite a regular a intensidade da luz.

Rodapé, guarnições para portas, molduras, de um tudo em preto na linha “Black” da Santa Luzia.

E teve um lançamento da Santa Luzia super interessante: novos perfis em preto da marca: a linha “Black” oferece rodapés, rodameios e guarnições ecológicos, fabricados a partir de matérias-primas recicladas e recicláveis como o poliestireno expandido – popularmente conhecido como Isopor® – de alta qualidade em diversidade de tamanhos e designs. Para quem já trabalha com eles é fácil perceber a praticidade de poder contar com o produto pronto para uso, sem precisar preparar para pintar, pintar, secar, nada: tudo ali, já pronto para aplicação que é feita com cola apropriada, com auxílio de bucha T e massa premium. É comprar e aplicar sobre encontros de papeis de parede e tintas, acabamentos de parede, piso, tetos, etc.

Listras, xadrezes, pois, ikats, de tudo um pouco em “Red Velvet” da Entreposto.

E a paulistana Entreposto, sempre surpreendendo, está de coleção nova, para encher os olhos e a boca! “Red Velvet” é seu nome, e por mais que a cuca nos leve a pensar no agora famosíssimo cupcake de massa vermelha de cranberry e cobertura alva de chantilly, já aviso que tem muito vermelho e branco sim, mas não apenas este “lugar comum”: criativos, os designers da marca foram de off whites, linhos naturais e até os marinhos para demonstrar toda a delícia dos tons de vermelho. São 54 novos tecidos com estampas em estilos variados de geométricos e ikats, de pois a animal prints, totalmente harmoniosos. E a casa na Avenida Europa foi devidamente preparada para a nova coleção: está aquela maravilha que a gente sempre vê na hora que cada coleção é lançada, toda em vermelho e branco e… azul, é claro. As vitrines também estão um charme com manequins nas cores da coleção. Selecionei algumas poucas imagens abaixo para que vocês tenham uma ideia dos novos tecidos.

Os vermelhos em evidência, claro, mas as formas foram muitas. Tantas que surpreenderam quem pensou apenas em romantismo ou classicismo. Clique para ver maior.

Aqui, pequena amostra do que o azul pode fazer com toques de vermelho. Há muito mais para se ver. Clique para ver maior.

O famoso gazebo da loja ficou em tons de azul. Clique para ver maior.

Também há opções em tons neutros com toques de vermelho ou marinho. Clique para ver maior.

E por hoje é só. Mas logo logo teremos outra edição, ok? 

Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário