nav-left cat-right
cat-right

Casa Cor© Rio 2018 – os espaços I

Um dos espaços mais bonitos de toda a mostra: a “Suíte do Casal” de Claudia Pimenta e Patricia Franco.

Bem, como sempre tenho que dividir o post em pelo menos duas partes pois é muito a dizer/escrever sobre Casa Cor© Rio. Achei que neste ano, apesar de mais compactos, os espaços estavam todos bem equilibrados em termos de estilos, tendências e “top“, ou seja, nível de sofisticação. Excluindo-se dois maiores que estavam fora do prédio principal e que foram construídos para o evento – bem maiores e com maior liberdade na planta* – todos estavam bem “na mesma”, o que considero bom.

Agora, apesar da tendência dos tetos decorados ter sido quase uma unanimidade – me fazendo exclamar “puxa, os profissionais descobriram os tetos!”  – o que é muito bom, acho que essa tendência do rosa já deu. Até que, pelo local do evento e por toda uma corrente que já anuncia que a cor do ano de 2020 (nem 2019, 2020 mesmo!  ) será um determinado tom de verde, todo mundo se aprontou a usar diversos tons de verde – que eu gosto e que é fácil de trabalhar em interiores – ele rivalizou com os tons de rosa, mas sinceramente: por que insistir no cor de rosa como “o novo preto”?  Tudo bem, a cor ainda não “passou” e parece que ainda não cansou a todos, mas me pareceu um certo exagero em alguns ambientes. E custei a concordar com alguns espaços bem montados que apostaram nele.

A beleza do “Terraço da Vista“: simplicidade com muitas plantas e toda beleza que a localização privilegiada de Casa Cor© Rio deste ano possui. Clique para ver maior.

Bem, vamos ao trabalho: vou começar a análise pela ordem da visita lá no décimo andar do edifício onde se situa a mostra este ano, conforme descrevi no post do preview: tudo começa com uma beleza de vista para a Baía de Guanabara e centro do Rio, o que já abre um sorriso no rosto de qualquer um. Mas Paula Neder soube compor muito bem os três espaços – isso mesmo, são logo três espaços comandados pela arquiteta  – que contam com sua regência e a participação de muita gente. Primeiro o lindo “Terraço da Vista“, executado em parceria com Viviane Menescal, onde singelas mesinhas de metal e cadeiras tipo diretor aproveitam a super vista, cercadas por um belo paisagismo. Simples assim, com direito a bebidinhas e comidinhas do bar e bistrô ao lado.

O charme do “Vista Bistrô” de Paula Neder que tem vista para o Pão de Açúcar! Clique para ver maior.

No “Vista Bistrô” da própria Paula Neder o conforto é a tônica e a vista completada pelo Pão de Açúcar só deixa tudo mais bonito. O verde foi bem explorado, bem como o xadrez de cinza e branco no piso, ainda que o rosa tenha sido utilizado em algumas partes. Cadeiras tradicionais em preto e alguns sofás completam o bom espaço.

E o “Vista Bar” para o qual fiz um pequeno vídeo, é uma pequena joia também montado por Paula e pelo Coletivo PN+, formado por Carol Stratmann, Marcelle Castro Neves, Melina Castanhel, Natasha Pinto, Paula Brunet e Raphael Lopes. O grupo deve ter trabalhado bastante para detalhar cada uma das funcionalidades do local, pequeno e acolhedor, mas creio que está tudo no lugar. Vejam:


O super elegante “Escritório do Empreendedor” de Luiz Fernando Grabowsky fica no nono andar do edifício onde se realiza a mostra 2018. Clique para ver maior.

No nono andar encontram-se os espaços de trabalho e entre eles o “Escritório do Empreendedor” de Luiz Fernando Grabowsky. Realmente um espaço dos mais bem compostos coube à Grabowsky, que soube dar o tom e o charme de um escritório preparado para um empresário de sucesso, em ambiente acolhedor e não muito grande, ainda que com belas visadas para a cidade. São apenas três ambientes com mesa de trabalho, estar e duas mesas de reuniões, tudo bastante confortável e muito elegante em tons neutros e verde sóbrio. A madeira dos revestimentos e a iluminação bem pensada, além de acessórios sofisticados dão a tônica do espaço. Um luxo! 

O lindíssimo espaço de Ana Lúcia Jucá. Clique para ver maior.

Descendo no prédio se encontram os demais espaços. Não sei se estou com a ordem correta pois guardei de cabeça, mas vamos lá: o belo “Living da Casa Viva” de Ana Lúcia Jucá. Requinte e bom gosto estão aqui. Aproveitando o tema da mostra Casa Cor© em todo o país neste ano, a profissional usou o verde como um dos tons, mas usou muito mais: tons de cinza com toques de ferrugem e um ótimo layout que garante um espaço para o estar, um canto de refeições e uma copinha.

A mini copa com a saleta de refeições do “Living da Casa Viva“: muito bom gosto nas escolhas. Clique para ver maior.

Muita sofisticação em móveis e objetos selecionados com bastante critério, mostrando que ela acertou em cheio nas escolhas e não deixou barato nem nos detalhes nem em nada que entrou ali. Ponto para a profissional que soube selecionar com critério e olhar apurado só o ‘best of the best‘. Quem sabe, sabe… 

Um luxo a “Suíte do Casal” de Claudia Pimenta e Patricia Franco. Clique para ver maior.

Outro espaço dos mais sofisticados é a “Suíte do Casal” de Claudia Pimenta e Patricia Franco: toda em tons de cinza com off-whites adicionados a toques metálicos de dourado é dos espaços mais agradáveis e bonitos de toda a mostra. A compartimentação do banheiro em três partes – lavatório com sanitário, banho e o espaço penteadeira, junto ao banheiro também com uma bela cuba de apoio negra – não chega a pesar tanto, mas achei o closet pequeno demais para um casal tão bem instalado.

Como o espaço no banheiro é restrito, a saída foi criar uma penteadeira mais ‘chic‘ dentro da suíte.

Mas são as regras de uma mostra e há que fantasiar que mais armários seriam possíveis ali, talvez no espaço das poltronas ou atrás do super espelho da cabeceira da cama… 

Um ar vintage e muito agradável no “Escritório da Estilista“. Clique para ver maior.

Um belo espaço de trabalho misto – visto que a personagem pode até dormir por ali – é o “Escritório da Estilista” de Cristina Japiassú. Bastante feminino e sem cara de escritório, parece mesmo um ‘boudoir‘, um recanto onde se recebe clientes e amigos, se conversa, se trocam ideias, se desenham coleções, novas ideias aparecem, se provam roupas, se trabalha e se vive de forma intensa. Não que o aspecto de trabalho não seja valorizado: há uma bela mesa para trabalhar, com espaço para estender tecidos e modelos – mas há aconchego, o que é mais importante. É enfim um lugar inspirador e um tanto vintage.

A bela cozinha de Tânia Braida e Bernardo Gaudie-Ley que consegue integrar passado e futuro: um show! Clique para ver maior.

Uma simpática cozinha – não posso deixar de dizer, com um leve ‘sotaque francês’…  – a “Cozinha Alecrim” conquista: Tânia Braida e Bernardo Gaudie-Ley não fazem por menos e traduzem todo o frescor do verde de suas paredes, de seus temperinhos, de sua mini horta em vivacidade. É uma “cozinha viva”, sem trocadilho. O coração da casa mesmo, como eles queriam que fosse. Tem um ar leve, refrescante mas traz aconchego. Meio antiquado, com carinha de casa de mãe e de avó, mas tem seus segredinhos tecnológicos. É enfim uma bela cozinha que todo mundo quer para si: com o melhor do passado e do futuro. Aprovei e curti! 

Tons escuros são maioria no “Studio Premium” que conta com TV e uma mini copa. Clique para ver maior.

Um quarto cinza, escuro e denso, mas com muita elegância! Este é um pequeno resumo que poderia ser aplicado ao “Studio Premium” de Fabio Bouillet e Rodrigo Jorge. Mas os profissionais têm um super talento e não deixam qualquer coisa mal feita: o espaço é masculino, com certeza, mas muito bem equilibrado. A opção pelos tons mais fechados me deixou até bem mais satisfeita depois de tanto rosa distribuído por tantos ambientes, e eu achei que ficou realmente belo e jovem, sem grandes excessos. Há toques inteligentes de ferrugens, e de preto mesmo, e muito bom design distribuído para todos os lados. Um ótimo destaque! 

Na ‘Suíte Zen‘ de Jacira Pinheiro o tom das paredes quase que depende de quem olha: nesta imagem, tons violeta!

E para finalizar por hoje uma suíte “no meio do caminho”: a “Suíte Zen” de Jacira Pinheiro é puro equilíbrio, como bem devia ser um espaço com este título. Se por um lado o rosa desponta, por outro o cinza te abraça. Há lances, em fotos que você pode jurar que o espaço é todo cinza. Em outros, que é todo cor de rosa… A sensação é mesmo de claridade com bons fluídos, como tudo que Jacira faz, pois ela é uma pessoa adepta do bom senso e do equilíbrio. Junte-se ao conforto de um belo quarto com boa TV e sofá grande, um banheiro completinho bem ali ao lado com mais bem estar ainda… E muitas flores para relaxar. Um sonho! 

Ah, e lembrando: estou fazendo um levantamento para saber quantas pessoas têm interesse em fazer uma Visita Guiada à Casa Cor© Rio. Clique no link e saiba mais!

*Nota: importante dizer que, apesar de maiores e com mais espaço, um dos espaços me conquistou e o outro não, o que revela que nem sempre quantidade é garantia de beleza e bom gosto.

SERVIÇO:
Casa Cor© Rio de Janeiro
De 18 de setembro a 4 de novembro
De terça a sábado das 12h às 21h
Domingos das 12h às 20h
Ladeira de Nossa Senhora, 163 – Glória

Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário