nav-left cat-right
cat-right

Mostra Casa NaToca

Um visual do “Bistrô na Cozinha + Banheiro Externo” de Carolina Wambier dá uma ideia do quão colorida e bem montada está a mostra “Casa NaToca” que acontece aqui no Rio neste mês.

Estamos cheios de “problemas brasileiros” nem é preciso falar muito a respeito, mas como pauto o blog para ser meio que um “refresco” no meio disso tudo, praticamente não falo disso por aqui. Mas é por conta desses problemas que muita gente tem criado em cima e para os lados, vamos dizer assim, do mercado de interiores, decoração, arquitetura e design. E um filão que percebo que apareceu – na verdade ele já existia e foi crescendo e se fortificando com o tempo – é o mercado infanto juvenil. Trata-se de um nicho dos melhores que muita gente vislumbrou para criar produtos específicos, mais e melhores, e cada um foi dando seu jeitinho e agora é um super filão! 

A escrivaninha super adequada no “Quarto da Criança“.

Daí que surgiu, primeiro que tudo, o “NaToca“, um site voltado para o universo infanto juvenil tocado pela Simone Raitzik e pela Isabela Caban – duas jornalistas bem conhecidas por suas atuações em revistas e jornais de Rio e São Paulo – cheio de novidades em termos de lojas, dicas, produtos, projetos, profissionais, tudo com a pegada “para crianças” e deu muito certo. A elas se juntaram outros profissionais que, aos poucos, construíram uma verdadeira comunidade on line e foram deslanchando nas ideias. Uma delas, claro, foi a Mostra ‘Casa NaToca’.

Só um detalhe do “Espaço da Família + Banheiro Público” do Studio Drummond, Fernanda Amorim e Atelier Baobá Pitucos.

A Casa NaToca surge da parceria entre o site e a Rabo de Lobo, da designer Cris Barretto, que após 20 anos com seu estúdio de design gráfico, resolveu expandir e apostar nesse nicho. Há 3 anos, tem feito decorações surpreendentes lançando um novo olhar para o mercado de festas e eventos infantis. e tem como marca registrada o estilo lúdico e artesanal. A mostra conta com arquitetos, designers, artesãos e talentos ligados ao universo lúdico infantil sendo 23 espaços assinados por profissionais renomados e cheios de personalidade. O lugar é um casarão antigo, dos anos 30, no coração do Jardim Botânico, com cerca de 400 metros quadrados e três andares: a ideia foi privilegiar a presença da criança em cada cantinho, desenhando um visual solto, sob medida para agradar a pais e filhos. O tom vintage do sobrado, que pertenceu à mesma família durante gerações e nunca passou por reformas, inspirou os profissionais a preservar vários revestimentos originais, como o piso de taco de peroba e ladrilhos hidráulicos, além de sancas no teto e tijolos maciços nas paredes.

O “Quintal” se destaca entre vários ambientes.

Além de ambientes básicos como sala de estar, suíte dos pais e home office, a casa tem vários ambientes infantis como quarto de bebê, quarto de crianças, brinquedoteca e banheiro ateliê. Há também ambientes comerciais, como um bistrô, um espaço conceito da marca Nala, e um terraço lounge com programação de eventos. Nesse post trouxe algumas imagens de alguns espaços que mais curti e digo a vocês que ainda devo ir até lá dar uma olhada de pertinho por que é sempre bem diferente e muito enriquecedor, claro. Fiz alguns destaques para vocês não perderem do que já percebi que está “bombando”, vejam a seguir.

Lançamentos em brinquedos retrô, papeis de parede e móveis infantis estão sendo feitos no “Quarto dos Primos” de Hana Lerner. Clique para ver maior.

O ‘Quarto dos Primos‘, de Hana Lerner, Mooui e Mimoo Toys’n Dolls, está uma graça mesmo. Segundo o site trata-se de um “quarto com aconchego de casa de vó para todos os primos se divertirem juntos” Achei mesmo que há espaço e conforto para a criançada toda. Preparado para crianças de 2 a 7 anos, tem apenas 8 metros quadrados com tricama e mezanino para acomodar todos e é bem colorido.

A ‘Sala da Família‘ conta até com uma tendinha para os pequenos se divertirem. Clique para ver maior.

A “Sala da Família” é daqueles espaços difíceis de se ver atualmente: não vemos mais famílias reunidas em casas como estas por não haver mais famílias deste tipo nem casas assim, que se diga a verdade. Mas o convite que Ana Hygino, Manuela Santos e a Solit Engenharia fazem para o exercício de retornar ao passado e mostrar um pouco de um tempo onde avós, pais e filhos se reuniam para almoços, conversas e passar o tempo juntos no final de semana é bem legal. E ficou aconchegante, com tons suaves, que acolhe a todos em torno de memórias afetivas e experiências sensoriais. Tem aroma de eucalipto na varanda, tem a casinha do cãozinho de estimação, tem um super sofá para as crianças poderem se jogar! E é bonito, suave, gostoso. 

A Cultura Inglesa vai promover rodas de leitura em inglês no belo “Studio de Leitura” de Luiza Pedral, que conta com um lindo tapete de tear no piso. Clique para ver maior.

Achei uma verdadeira joia o “Studio de Leitura” de Luiza Pedral Arquitetura, Cultura Inglesa, LZ Studio e Mini: inspirado em uma sala de leitura clássica, elegante e com leve toque europeu, é um ponto de encontro da casa, um lugar onde é possível sentar, relaxar e ler um bom livro, diretamente de uma biblioteca que inclui volumes para todos os gostos e idades. O papel de parede degradê em tons de azul tem um ar descontraído que contrasta com o lindo sofá em capitonê forrado com tecido de alfaiataria, mas o teto seduz com a estrutura metálica que desenha um varal, servindo de apoio para a iluminação e plantas.

Para acentuar a atmosfera lúdica, uma trilha sonora e uma essência exclusivas foram encomendadas para o “Espaço Conceito“, o que acentua os sentidos dos visitantes. Clique para ver maior.

Super interessante e bastante lúdico o “Espaço Conceito” de LINHA Arquitetura, B.Co Arquitetura e Mundo Encantado Nala: inspirado no mundo de ‘Alice no País das Maravilhas’ em preto e branco, com pitadas de cor nos acessórios, transformou a garagem da casa num ambiente diferente e que os pequenos se divertem muito com a piscina de bolinhas e os novos móveis da Nala, em tons neutros, sem pontas e feitos em materiais atóxicos. A grande trama de corda tensionada cobre o teto e a fachada, servindo de suporte para luminárias e a coleção de bichos artesanais destacam o espaço.

Verdadeiro sonho, o “Quintal” de Fabiana Cyon e Nativa Paisagismo. Clique para ver maior.

O “Quintal” de Fabiana Cyon e da Nativa Paisagismo mais parece uma sala ao ar livre que um espaço secundário e/ou complementar. Algumas das peças que se encontram no local são originais, resgatadas da própria casa, como a “banheira da mamãe” que virou decoração, cheia de bichinhos, e famosa “cama Patente’, do filho, que se transformou em suporte para plantas. Bela estampas de vegetação estão pelas paredes junto a um paisagismo bem cuidado, transformando o local em uma floresta das mais amigáveis e agradáveis: um quintal brinquedoteca e ponto de encontro.

Cama com “toca” acoplada e um lindo papel de parede fazem o “Quarto da Criança” de Tatiana Machado. Clique para ver maior.

Um espaço unissex e bastante flexível foi pensado por Tatiana Machado, da ‘Elefante Design Para Pequenos‘, para ser o “Quarto da Criança“. O pequeno em questão está na faixa dos três anos e conta com brinquedos de madeira, que promovem um o ambiente ainda mais acolhedor e lúdico. Estimular o desenvolvimento da criança e suas descobertas foi o foco, por isso a cama baixa, que proporciona autonomia, e a “toca”, que serve tanto para brincadeiras como para guardar objetos. O preto e tom de mel do carvalho americano prevalecem, mas o ponto focal é a estampa belíssima do papel de parede, que desenha uma floresta encantada. Ganchos coloridos de madeira da Que Tal Studio, poster de alfabeto e enxoval da Bubblebee completam a festa.

O papel de parede do ‘Quarto do Bebê‘ é exclusivo e tem estampa estilo “chuva de papel”. Clique para ver maior.

Um lindo quartinho ao estilo francês – pois que sua habitante tem origens que remetem ao país europeu – foi pensado por Cris Passos, Uauá baby e Medeiros e Filho Marcenaria para o “Quarto de Bebê“. Tudo lembra à memória afetiva da casa dos nossos avós, ponto de partida para o projeto: lambri azul, tapete estampado com formas geométricas, berço desenhado sob medida acompanhado por uma tenda – que pode virar cabaninha em alguns anos – espelho com barra Montessori, prateleiras para livrinhos, poltrona em rattan e um pufe para leitura. Mobiliário em estilo art decó em tons de azul acinzentado, marsala, rosa antigo e açafrão. Uma belezinha! 

Bancada de “trabalho” e painel de musgos compõem o “Banheiro Ateliê” do Coletivo PN+. Clique para ver maior.

Um “banheiro laboratório”, por que não? Sonho da garotada feito realidade, o “Banheiro Ateliê” feito pelo Coletivo PN+ (Carol Stratmann, Elise Penedo, Marcelle Neves, Melina Castanhel, Natasha Pinto, Raphael Lopes e Paula Neder) é na verdade uma grande brinquedoteca, um laboratório de experiências com muita arte, perfeito para as crianças se esbaldarem. A proposta pensa na faixa dos pequenos de 2 a 6 anos e inspira-se no mar, incluindo muita água, com encanamento aparente pintado colorido, delicados animais marinhos de crochê, cortina de tecido no box, aquarelas nas paredes, e aventais para dar uma limpeza em toda essa confusão! Toalhas e paninhos da Bubblebee e objetos decorativos da Casa Mind finalizam o projeto.

Pensando em agregar a família a “Sala de Convívio” tem objetos que lembram sua história na estante feita sob medida. Clique para ver maior.

Mantendo algumas das características do antigo casarão, como o piso de peroba e o ponto central de luz, a “Sala de Convívio” da Grão Arquitetura pensa numa família com dois filhos de idades que variam entre 3 e 8 anos, e remete a uma casa de férias, onde relaxar é essencial. Azulejos brancos com rejunte rosa revestem duas das paredes e receberam ilustrações em tom retrô. O sofá de rattan foi feito sob medida por artesão, bem como a estante moldada em pinus, cheia de objetos garimpados que reforçam a memória afetiva da família.

SERVIÇO:
Casa NaToca
Mostra de Decoração e Design Infantil

De 04 de outubro a 11 de novembro
Quarta a Domingo, das 13h às 20h
Rua Visconde de Carandaí, 12, Jardim Botânico
Crianças até 10 anos não pagam.
Idosos acima de 60 anos e estudantes com carteira oficial pagam meia entrada.
Transporte: Aconselhamos que você venha nos visitar a pé, de bike, transportes de aplicativo ou táxi.
Estacionamento mais próximo na Rua Lopes Quintas, 166 (Edifício Botanic Park).

Related Posts with Thumbnails

Deixe um Comentário